Amortecedores de vibrações torsionais

Produtos

Amortecedores de vibrações torsionais

Automotive Aftermarket

Home > Produtos > Componentes > Amortecedores de vibrações torsionais

Amortecedores de vibrações torsionais

Estrutura e funcionamento

Um AVT é essencialmente constituído por:

A) Anel de inércia
B) Polia
C) Pista de elastómero, amortecimento
D) Chumaceira lisa
E) Pista de elastómero, acoplamento (só nos AVTd)

Amortecedores de vibrações torsionais

O anel de inércia rotativo estabiliza o acionamento por correia. As vibrações geradas pela cambota são absorvidas pela pista de elastómero (c). A pista de elastómero interna (e) amortece as irregularidades rotacionais da cambota.

Vantagens

  • Prevenção de vibrações e patinagem em todo o acionamento por correia
  • Elevada suavidade de funcionamento e baixa produção de ruído
  • Vida útil otimizada da correia e dos restantes componentes do acionamento por correia
  • Perfeitamente adaptados às correias estriadas ContiTech
  • Correia e amortecedor de vibrações torsionais de um único fornecedor e com a habitual qualidade de equipamento de origem da Continental

Indicações

Intervalo de substituição:

Os amortecedores de vibrações torsionais (AVT) estão sujeitos a envelhecimento e desgaste, tendo por isso de ser controlados e substituídos a intervalos regulares. A Continental recomenda a verificação do AVT a cada 60.000 km e, em caso de dúvida, a sua substituição a cada 120.000 km.

Armazenagem:

  • Armazenar em local fresco e seco, sem pó (idealmente a 15-25 °C)
  • Evitar o contacto com qualquer tipo de líquido (óleo, água, etc.)

Conselhos:

  • Com frequência, amortecedores de vibrações torsionais defeituosos são a causa de ruídos ou danos no acionamento por correia (p. ex., mecanismos tensores)
  • Sempre que a correia for substituída, o AVT deve ser controlado relativamente a danos.